Divisão Comércio, a dona da festa no Prêmio GAB 2018

03/08/2018

Teve dobradinha da Divisão Comércio no 15º Prêmio Qualidade Grupo Águia Branca – GAB. Única Divisão que até então nunca havia conquistado o primeiro lugar no evento interno, eles reescreveram sua história. E na sexta-feira, 27 de julho, além de Romero Ventura, Alexandre Bitencourt, Viviani Vezzoni e Felipe Silva, da Gerência Administrativa/Administração Central e Regionais terem sido os grandes campeões da noite com o case “Reduzir e Otimizar II – O Desafio Continua: Fazer Mais com Menos”, seus colegas, Giancarlo Ferreira, Elaini Filetti, João Carlos Machado, Vanoilton Rackne, Aline Pignaton, Juliana Vasconcellos e Rodrigo de Souza, do setor Fiscal, também da Administração Central, garantiram o segundo lugar com o case “De Olho no Fisco”.

O terceiro lugar do Prêmio Qualidade foi para a Holding. Gabriela da Matta Chieppe Leal, Juliano Camilo Sepulcri, Marcello Araújo Cruz, Tatianna de Souza Laudelino Simões Vieira e Thiago da Silva Santos, equipe da Assessoria Jurídica e Financeira, completou o pódio ao apresentar o case “A Garantia do Novo: A Quebra de Paradigmas na Contratação de Garantias Judiciais do Grupo Águia Branca”.

A Semana da Qualidade do Grupo Águia Branca foi realizada de 23 a 26 de julho, com um dia da semana sendo reservado aos Prêmios Internos de cada Divisão – Holding, Comércio, Passageiros e Logística -, no Espaço Memória, Sest Senat e Prime Hall, respectivamente, e culminando com a entrega do Prêmio Qualidade, na noite do dia 27, no Itamaraty Hall, em Vitória.

Na opinião do presidente da Holding, Decio Luiz Chieppe, esse novo formato se mostra eficaz porque simplifica, concentra energia, proporciona um momento exclusivamente voltado ao tema, “faz subir o clima” e, especialmente, coloca as pessoas imbuídas do espírito da inovação e qualidade.

“Por meio do prêmio, queremos criar um espírito de disputa. Mas os vencedores são todos os que utilizam as ferramentas da qualidade no dia a dia e conseguem fazer os processos funcionarem muito melhor, ou seja, conseguem construir uma evolução constante dentro de sua estrutura profissional”, elogiou.

“Cresci ouvindo grandes coisas sobre os trabalhos desenvolvidos no Grupo Águia Branca e que eram apresentados como cases por equipes brilhantes. Fazer parte desse grupo é um marco para a minha carreira, a realização de um sonho ”. As palavras são da coordenadora do grupo da Holding, que garantiu o terceiro lugar no Prêmio GAB, Gabriela da Matta Chieppe Leal.

E na sua opinião, embora a conquista do prêmio seja importante, o ‘pulo do gato’ é a chance que as equipes têm de se superar e proporcionar melhorias para a empresa, para os clientes e para os próprios colaboradores de forma estruturada e fundamentada pelas ferramentas da qualidade.

“Vivemos um momento de muitas oportunidades no cenário de inovação, temos que estar prontos para enxergá-las e abordá-las com a maior competência e assertividade possível. E entendo que as ferramentas da qualidade podem nos ajudar nisso”.

Reconhecimento profissional

Quem também falou sobre reconhecimento profissional foi Romero Ventura, o coordenador do case campeão, “Reduzir e Otimizar II – O Desafio Continua: Fazer Mais com Menos”. Mas ele foi além! “Como a Divisão Comércio ainda não havia conquistado o primeiro lugar no Prêmio GAB da Qualidade, estamos falando de um resultado histórico, não apenas para a Divisão, mas para mim e para toda a equipe”.

E será que o vencedor teria alguma ‘receita de sucesso’ para os colegas que também desejem ganhar o prêmio? “Persistência, foco, paciência, engajamento das equipes e muito empenho, e claro, a correta e adequada utilização das ferramentas da qualidade em cada etapa do desenvolvimento do trabalho”, dá a dica.

Coordenador da equipe vice-campeã, Giancarlo Ferreira também tem uma dica importante para os colaboradores do Grupo que sonham com o troféu. “Quem deseja alcançar o pódio não pode desistir e precisa registrar todos os passos da elaboração do trabalho”, detalha, completando em seguida. “O resultado confirmou o engajamento de toda a equipe do setor fiscal da Divisão Comércio e não preciso nem dizer que foi inesquecível e repleto de emoção.”

Os Prêmios Internos reconheceram os três primeiros colocados, com os valores de R$ 5 mil (1º lugar), R$ 3 mil (2º lugar) e R$ 2 mil (3º lugar). Já os campeões do Prêmio GAB receberam as quantias de R$ 25 mil (1º lugar), R$ 15 mil (2º lugar) e R$ 10 mil (3º lugar). Nesta edição, 112 trabalhos foram inscritos nos Prêmios Internos: 57 na Divisão Passageiros, 28 na Logística, 22 na Comércio e cinco na Holding.

“O número de trabalhos é muito bom! No entanto, independente do quanto teremos ano que vem, o mais importante é que estejamos sempre impregnadas do espírito de andar para frente”, reforçou Decio Luiz Chieppe, completando em seguida. “O mundo está mudando numa velocidade incrível! Nós não podemos esquecer de nossos negócios tradicionais, que geram emprego, e precisamos tocá-los, sempre pensando em fazer melhor o que já fazemos, investindo em inovações incrementais. Mas simultaneamente a isso, temos de estar atentos a tudo o que está acontecendo à nossa volta”.

Outra marca positiva do evento deste ano foi a quantidade de pessoas que estavam concorrendo pela primeira vez. Havia cases de Guaíba (RS), Piracicaba (SP), Sumaré (SP) e Catalão (GO).

Os premiados em primeiro, segundo e terceiro lugares comemoram em festa no Itamaraty Hall. 

 

 

voltar

empresas do grupo

passageiros

logística

comércio